6 de novembro de 2014

Nova parceria + Resenha #11: "O Natal de Poirot"

Olá, pessoas! Como vão? Espero que esteja tudo bem! :)

É com muita alegria que venho dar as boas vindas para minha grande amiga Gabriella Albuquerque que faz maquiagens sensacionais e tem dicas de decoração uma mais linda do que a outra!! As dicas dela são super fáceis e criativas, realmente vale a pena acompanhá-la! Espero que vocês gostem do blog dela: Blog da Gabriela Albuquerque. Espero que acompanhem as dicas dela. Seja bem vinda à blogosfera, Gaby! 

Gente, hoje eu venho trazer a resenha do primeiro livro que li dos adquiridos do mês passado (post aqui).
O livro de hoje é “O Natal de Poirot” da autora Agatha Christie. Eu vi esse livro no supermercado por R$9,90 e resolvi comprar, pois, além de barato, estava com uma sinopse muito chamativa! Mas foi só a sinopse mesmo, haha. Eu costumo comprar livros por indicação e quando me aventuro a comprar algum somente pela sinopse, não me arrependo. Mas esse pode dizer que não foi tanto quanto eu esperava.



Vamos lá? Leia a sinopse:




Véspera de Natal. A reunião da família Lee é arruinada pelo barulho ensurdecedor de móveis sendo destroçados, seguido de um grito agudo e sofrido. No andar de cima, o tirânico Simeon Lee está morto, numa poça de sangue, com a garganta degolada. Mas quando Hercule Poirot, que está no vilarejo para passar o Natal com um amigo, se oferece para ajudar, depara-se com uma atmosfera não de luto, mas de suspeitas mútuas. Parece que todos tinham suas próprias razões para detestar o velho...

Na página de dedicatória, Agatha diz ter criado a trama especialmente para seu cunhado que é um de seus leitores mais fiéis e ele havia se queixado que de que em seus livros os assassinatos estavam ficando com pouco sangue e deixavam dúvidas se eram mesmo casos de assassinatos. Com isso, Agatha criou uma obra com um homicídio, segundo ela, violento e repleto de sangue para agradar o cunhado.



O livro começa a contar a história de Stephen que está a caminho da Inglaterra por algum motivo. A narração acontece em terceira pessoa, só que o narrador é um pouco onisciente, tendo em vista que fala sobre o que acontece na mente dos personagens. Stephen está um pouco inseguro no que vai fazer, mas precisa realmente ir com seu plano até o fim. Nisso, ele percebe uma bela jovem dentro do trem e se interessa muito por ela. Consegue uma conversa com ela e percebe que ela é uma ótima observadora. Resolve dar uma espiada no nome e endereço escritos na mala e leu: Pilar Estravados. Mas não foi o nome que lhe chamou atenção, e sim pra onde estava indo...
Logo depois, somos apresentados à família Lee. Nos é contada a história de Simeon Lee: um velho arrogante, tirano e muito desagradável. Mas nesse natal ele resolve juntar toda a família, mesmo sabendo que iria causar uma grande discórdia entre os familiares. Ele guarda diamantes brutos em seu cofre.
No começo conhecemos Alfred e sua esposa Lydia que vivem na mansão com ele. Alfred é considerado o “certinho” da família e faz de tudo pelo pai, contrariando sua esposa que nutre certa antipatia pelo sogro por causa da submissão que seu esposo vive em relação a ele. Conhecemos também David e sua esposa Hilda. Ele guarda certa mágoa pelo seu pai por causa do que ele fez com sua mãe no passado. Ela sofria muito na mão do Sr. Simeon Lee que a maltratava e cometia adultério sem vergonha de esconder isso dela. David saiu de casa depois da morte da mãe, é muito humilde e vive de ser artista, profissão que seu pai abomina. Foi Hilda que o incentivou a passar o Natal com a família dele. Também tem George e sua esposa Magdalene que é um político mão de vaca e ganancioso. Sua esposa também é bastante gananciosa, porém muito bonita. E também tem Harry, o “filho pródigo”. De acordo com Alfred, Harry envergonhou a família, fez coisas abomináveis, saiu de casa e vivia pedindo dinheiro ao pai que sempre o ajudava. Além dos filhos de Lee, nos é apresentada Pilar, filha de Jennifer Lee (filha de Simeon que morreu há pouco mais de um ano) e Stephen Farr, filho de um amigo de Sr. Lee. Na casa também moram o mordomo que trabalha há 40 anos na casa, Tressilian, e o empregado pessoal do Sr Lee: Horbury.



O Sr. Simeon Lee resolve pedir que Harry voltasse para casa, mesmo sabendo que irá causar grande raiva em Alfred. Também chama Pilar, sua neta, e David, que não pisava naquela casa desde que sua mãe morrera. Após um café da tarde, Simeon chama todos em seus aposentos. Ele falava ao telefone com seu advogado para que o testamento fosse alterado (nisso todos escutaram). Sr. Simeon conversou com seus filhos que iria fazer alguns cortes de gastos para George (o mão de vaca) e ia trazer Pilar para morar com eles. Após um desentendimento, Sr. Lee joga na cara dos filhos que sente vergonha de cada um deles porque Pilar consegue ser melhor do que eles e até os filhos que poderiam existir pelo mundo afora (os bastardos) seriam melhores que qualquer um deles. Indignados, todos saem de sua presença. A última pessoa que Sr. Simeon recebe em sua casa é o superintendente da polícia o Sr. Sugden para arrecadar donativos para uma instituição.
Logo após o jantar na noite do dia 24, escuta-se um barulho horrível no andar de cima. Barulho de móveis caindo e um grito muito alto. As pessoas da casa saíram correndo para ver o que tinha acontecido com Sr. Simeon, mas a porta estava trancada. Foi necessário arrombar a porta. Ao fazê-lo, Sr. Simeon estava no chão, móveis caídos, jogados, havia vasos despedaçados e o corpo do velho estava no chão totalmente ensanguentado. MUITO sangue pra todo lado. Além disso, os diamantes brutos haviam sido roubados.
Na mesma hora o Sr. Sugden, superintendente da polícia chegou à casa para fazer suas averiguações. O chefe da polícia, Johnson, indicou Hercule Poirot (seu amigo) para ajudar a desvendar o mistério do caso da morte do velho e do sumiço das pedras que tanto valiam. Hercule Poirot é um detetive e, por isso, o nome do livro.
Quem matou o Sr. Lee? Por que faria isso? Onde foram parar as pedras? Todos tinham motivos para matá-lo, mas quem o faria daquela forma? Hercule Poirot será capaz de desvendar esse mistério sozinho? Será que as pessoas que lá estavam eram realmente da família? 




Em minha opinião, o mistério foi muito bem elaborado, em vários momentos eu mudei de ideia em relação ao possível assassino. Confesso que me surpreendi com o assassino, só que eu não esperava a forma como foi desvendado o mistério. Ficou muito “a la” Scooby-Doo! quando a Velma descobre tudo e vai dando a explicação até o suspeito falar “Foi assim mesmo”. Sério, achei que ficou muito sem graça a explicação e poderia ter sido melhor elaborada. 
Surpreendeu? Sim, não esperava quem assassinou e como foi o assassinato. Só que poderia ter sido mais bem trabalhado, até porque o livro tem 223 páginas e o mistério começou a ser esclarecido na página 200... ficou MUITO Scooby-Doo! e esse foi um dos pontos negativos. Também tem o fato de que a autora fala que o assassinato é muito violento... gente, não tem nada demais, o velho só teve a garganta cortada. Ok, já é uma violência danada você cortar a garganta de alguém, mas do jeito que o livro promete, parece que vai ter sangue e vísceras pra tudo quanto é canto! Só porque bastante sangue jorra do pescoço que você vai dizer “Oh, que violência”. Ou seja, propaganda enganosa, kkkkkkkkkk
Outro ponto negativo é a estética do livro. Gente, que livro ruim de abrir! Ele deixa as folhas muito amassadas, a largura não foi bem elaborada e você tem dificuldade em lê-lo com apenas uma mão!

Livro amassado :/
Fora isso, o livro é bem misterioso. A investigação é pobre, poderia também ter sido mais bem elaborada, mas a leitura fluiu legal. Gostei da escrita da autora e pretendo sim comprar algum outro livro dela pra ver se não é somente esse livro que não foi lá o que eu esperava...
Então é isso, galera, espero que vocês tenham gostado! Se alguém leu esse livro e discorda de minha opinião, sem problemas, estarei aberta a discussão! Se alguém conhece outro livro da autora e queira me indicar, serão totalmente bem vindos!
Desculpem-me pela resenha enorme!
Bons rabiscos e boas cenas a todos! Grande beijo

16 comentários:

  1. Livros de mistério o bom que você nunca quer parar de ler, porque quer saber logo o final neah ?? haha parece ser um otimo livro.. Queria agradecer pelo comentário super carinho que teve em meu blog, e fico muito feliz que minha experiência tenha ajudado você, e nunca desista de você e nem da sua vida, porque Deus nunca nunquinha mesmo, vai desistir de você e ele vai lutar por você, porque o sangue dele que foi derramado na cruz, foi pela minha vida e pela sua, e você tem um valor imenso para ele, e ele te ama muito muito mesmo, o amor dele por você não tem imensidão quando ficar triste, clame a Deus, que ele vai vir com o conforto imediato para seu coração.. beijos linda http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, muito obrigada por se preocupar comigo, linda! Que Deus nos abençõe mais e mais <3
      Beijos

      Excluir
  2. Gente amo resenha de livros de suspense <3 esses que é sobre morte então haha. Nunca tinha ouvido falar desse livro o.O mas achei interessante a história,mas ele realmente morreu com a garganta cortada,tipo apenas isso ? Ou aconteceu mais alguma coisa para você se surpreender ? O.o
    Aaah e te chamei pra responder uma tag lá no meu blog,se quiser responder,adorarei saber as suas respostas c: beijos,
    http://mundoperdidodacarol.blogspot.com.br/2014/11/tag-liebster-award-primeira-tag-que.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei linda, então, foi só o corte na gargante mesmo, haha
      Já respondi a tag, meu amor, mas vou indicar você a participar de uma!

      Excluir
  3. Obrigada amiga pelo carinho e pela ajuda, eu te amo muito e estou com você pro que der e vier. Seu blog é lindo, já disse várias vezes rs. Simbora meninas, em breve muitas dicas legais.
    Beijinhos princesa http://gabrielaalbuquerqueblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga, conte comigo pra tudo <3
      Amo você
      Beijos

      Excluir
  4. Oi, Carol!
    Estava esperando por essa resenha. Estava muito curiosa com esse livro e quase o comprei.
    Um livro de mistério e investigação pra ser realmente bom, o desfecho tem que ser bem trabalhado e, é uma pena que a Ágatha, deixou á desejar com esse livro.
    Adori a resenha.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente deixou a desejar mesmo, Eli... mas eu espero comprar outro livro da Agatha porque ouvi falar muito bem dos livros dela!
      que bom que gostou, linda <3
      Beijos

      Excluir
  5. Livros de mistero pelo jeito você gosta né?

    Viu Carol você sumiu lá do blog fiquei muito triste de não ter ver mas, se eu ti fiz alguma coisa me perdoe do fundo do meu <3

    beijos e sucesso.
    http://heyraah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto sim, Ray!! *--*
      Não fez nada minha linda, também estou sentindo sua falta aqui, rs
      Beijosss

      Excluir
  6. Nossa, que bacana. Não conhecia esse livro, fiquei curiosa para ler! rsrs
    Acho que a minha listinha de desejos vai aumentar, hein!?
    Beijos

    www.rabiscando.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, espero que não se decepcione como eu haha
      Beijos

      Excluir
  7. Tenho esse livro faz anos, nunca li....depois da sua resenha vou subir ele na lista :)
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Geralmente eu gosto da Agatha Christie e de mistérios.
    Se eu encontrar ele baratinho para comprar, eu pego um para chamar de meu, hehe.

    Beijos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou procurar outros livros dela, talvez eu tenha pegado o de primeira assim sem ler os outros!
      Beijosss

      Excluir

→ Se for seguir o blog, me avise o mais rápido possível pra que eu possa retribuir!
→ Deixe o link do seu blog para que eu possa visitá-lo
→ Volte sempre ♥

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger